Estúdio Vida Pilates
Questões, sugestões, elogios e reclamações? Fale Conosco:

Nutrição e Saúde: Vamos conversar sobre sua alimentação?

Escolhas alimentares para nutrição e vida mais saudáveis
vegetables-791892_1920

Nutrição e Saúde: Vamos conversar sobre sua alimentação?

0 Flares 0 Flares ×

Olá pessoal!

 

Sou nutricionista graduada pela Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA). A partir de agora estarei iniciando meu trabalho como Nutricionista Clínica no Estúdio Vida Pilates! Os atendimentos nutricionais são voltados para todos os ciclos da vida: crianças, adolescentes, gestantes, adultos e idosos.

 

Você já parou para pensar o quanto a alimentação é importante em nossa vida? Alimentação é vida, nutrição é vida. O meu amor pela nutrição surgiu da união entre o amor pelo cuidado ao próximo e por todos os benefícios que a alimentação proporciona. Que tal começarmos a cuidar de você?

 

Você já refletiu sobre o que está comendo? Na correria do dia-a-dia, muitas pessoas acabam não prestando atenção nos alimentos que estão ingerindo. Pensando nisso, resolvi iniciar esta conversa informando um pouco sobre as diferenças entre os processamentos dos alimentos disponíveis. As explicações e imagens utilizadas foram retiradas do Guia Alimentar para População Brasileira (2014), elaborado pelo Ministério da Saúde (disponível em: http://portalarquivos.saude.gov.br/images/pdf/2014/novembro/05/Guia-Alimentar-para-a-pop-brasiliera-Miolo-PDF-Internet.pdf).

 

alimentos in natura

  • Alimentos in natura: são alimentos que não sofrem nenhuma alteração após deixar a natureza, ou seja, são consumidos em sua forma natural, e são obtidos diretamente de plantas ou de animais. De forma simples, são alimentos que não contêm ingredientes.

Exemplos: frutas, legumes, verduras, tubérculos, etc.

 

  • Alimentos minimamente processados: são os alimentos in natura que são submetidos a processos mínimos que não envolvem agregação de sal, açúcar, óleos, gorduras ou outras substâncias ao alimento original (in natura). Estes processamentos mínimos preservam e aumentam a duração dos alimentos, tornando-os apropriados para armazenamento: limpeza, fracionamento, remoção de partes não comestíveis ou indesejáveis, moagem, secagem, pasteurização, fermentação, refrigeração, congelamento e processos similares.

Exemplos: farinhas de mandioca, de milho ou de trigo, macarrão ou massas frescas ou secas feitas com essas farinhas e água, arroz branco, integral ou parboilizado, frutas secas, sucos de frutas e sucos de frutas pasteurizados (sem adição de açúcar ou outras substâncias), etc.

 

  • Alimentos processados: são os alimentos in natura ou minimamente processados adicionados de sal, açúcar, óleo ou vinagre, com o objetivo de torná-los duráveis e mais agradáveis ao paladar. São fabricados pela indústria e são conhecidos como versões modificadas dos alimentos originais.

Exemplos: extrato ou concentrados de tomate com sal e ou açúcar; alimentos preservados em salmoura ou solução de sal e vinagre, como cenoura, ervilhas e pepinos; frutas em calda e frutas cristalizadas; carne seca e toucinho; sardinha e atum enlatados; queijos; pães feitos de farinha de trigo, leveduras, água e sal, etc).

 

 

  • Alimentos ultraprocessados: são alimentos derivados de formulações industriais. Incluem: “extração de substância de alimentos (óleos, gorduras, açúcar e proteínas), derivadas de constituintes de alimentos (gorduras hidrogenadas, amido modificado) ou sintetizadas em laboratório com base em matérias orgânicas como petróleo e carvão (corantes, aromatizantes, realçadores de sabor e vários tipos de aditivos)”.

Exemplos: biscoitos, sorvetes, guloseimas em geral, cereais açucarados, salgadinhos “de pacote”, temperos instantâneos, refrigerantes, iogurtes adoçados e aromatizados, produtos congelados e prontos para aquecimento (massas, pizzas, hambúrgueres), extrato de carnes (nuggets, salsicha e outros embutidos), pães de forma, doces e produtos panificados que incluam gordura vegetal hidrogenada e outros aditivos).

 

 

Depois dessa leitura, quais são suas conclusões?


O guia recomenda:

“Faça de alimentos in natura ou minimamente processadosa base de sua alimentação”

“Utilize óleos, gorduras, sal e açúcar em pequenas quantidades ao temperar e cozinhar alimentos e criar preparações culinárias”

“Limite o uso de alimentos processados, consumindo-os, em pequenas quantidades, como ingredientes de preparações culinárias ou como parte de refeições baseadas em alimentos in natura ou minimamente processados”

“Evite alimentos ultraprocessados”.

 

Recomendo fortemente a leitura do Guia Alimentar para População Brasileira, pois ele informa e auxilia, em uma leitura clara e concisa, as escolhas alimentares saudáveis, através de informações baseadas na realidade da nossa população.

eat-321671_1920

Vamos conversar mais sobre sua alimentação?

 

Posso auxiliar você nas mais diversas situações: doenças crônicas (diabetes, hipertensão, dislipidemias, etc), reeducação alimentar para uma vida mais saudável, emagrecimento, nutrição na gestação, amamentação, nutrição infantil, melhora do rendimento esportivo, entre diversas outras.

 

Agende sua consulta nutricional, estou esperando por você!

(51) 3333 7780/ 98134 4040 (Whats app)

nut.lauradneumann@gmail.com

vidapilates@gmail.com

 

 

 

 

marca laura-02

Laura Dresch Neumann

Nutricionista – CRN 13562

Mestranda em Pediatria UFCSPA

Pós-graduanda em Nutrição Materno-Infantil IEP/Hospital Moinhos de Vento

 

 

 

ABOUT AUTHOR

Nenhum comentário

0 Flares Facebook 0 0 Flares ×