Estúdio Vida Pilates
Questões, sugestões, elogios e reclamações? Fale Conosco:

Pilates previne e trata a condromalácia patelar

pain-in-the-knee-joint_1048-2351

Pilates previne e trata a condromalácia patelar

0 Flares 0 Flares ×

A condromalácia é uma patologia degenerativa na(s) articulação(ões) do(s) joelho(s), em que há uma espécie de amolecimento da cartilagem articular da patela e dos côndilos femorais, em decorrência do desequilíbrio articular no(s) joelho(s), gerando atrito incorreto entre essas estruturas.

Essa condição patológica vai instalando-se inicialmente com sintomas mais amenos e podendo ser revertidos mais facilmente.

Alguns fatores que predispõe a articulação do joelho à condromalácia:

-sedentarismo;

-fraqueza muscular;

-sobrepeso;

-genética;

-gênero (mulheres são mais afetadas);

-desalinhamento patelar;

-exercícios realizados de forma incorreta;

-esportes de alto rendimento (corrida, atletismo, vôlei, triatlo).

Depois de instalada a condromalácia, a dor costuma ser intensa- podendo ser constante ou apresentar-se em crises agudas-, localizada na face posterior da patela, impedindo atividades como caminhadas longas, subida de muitos lances de escadas e atividades que exijam flexão-extensão de joelho(s).

Em casos mais graves, a dor é constante e pode afetar atividades de vida diária, mesmo durante/após curtas caminhadas, subida de poucos lances de escadas.

Existem 4 níveis de classificação da condromalácia, de acordo com a gravidade da lesão da cartilagem articular, que vão desde o amolecimento da cartilagem e edema (grau I), fragmentação e fissuras na cartilagem (grau 2 e 3), até a perda da cartilagem com exposição do osso subcondral (grau 4).

Vale lembrar que a reabilitação da condromalácia além de diminuir os sintomas, estabiliza a progressão do desgaste do tecido cartilaginoso e impede a evolução para casos de osteoporose.

 

Tratamento e prevenção baseiam-se na estabilização

Levando-se em consideração que o tecido condral (cartilagem) é pouco vascularizado e portanto irrigado por sangue, a cicatrização é insatisfatória, levando a uma cicatrização deficitária, não recuperando o tecido lesionado.

Desse modo, o tratamento não tem o objetivo de curar mas sim baseia-se na busca por estabilidade no(s) joelho(s), controlando os sintomas, especialmente a dor, diminuindo progressivamente as limitações e, em muitos casos, eliminando essas.

A estabilização do(s) joelho(s) é um grande ganho para os casos de condromalácia, independente da fator causador.

Busca-se tratar a causa e eliminar os desequilíbrios na articulação lesionada, conquistando a harmonia nas forças musculares e o equilíbrio articular.

O Pilates é um método rico em exercícios de estabilidade para a articulação do joelho, mas alguns pontos fortes das aulas/sessões de Pilates para quem tem ou quer prevenir a condromalácia, são:

-fortalecimento dos músculos que estabilizam a pelve e a lombar (glúteos);

-fortalecimento de quadríceps em isometria;

-fortalecimento de quadríceps em cadeia aberta e fechada;

-evitar exercícios com apoio sobre os joelhos;

-alongamento de cadeia posterior (isquiotibiais);

-exercícios com apoio bipodal que ofereçam instabilidade;

-exercícios com apoio unipodal que ofereçam instabilidade.

 

Lauren Oliveira

Fisioterapeuta

Especialista em Cinesiologia/ Ciências do Movimento Humano-UFRGS

Mestre em Fisiologia-UFRGS

 

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>FAÇA PILATES NO ESTÚDIO VIDA PILATES E TENHA RESULTADOS<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

 

 

     AGENDE JÁ SUA AULA EXPERIMENTAL!

                                   3333 7780

 

CURSOS DE PILATES:

-VAGAS LIMITADAS

-ENTRE EM CONTATO: contato@estudiovidapilates.com.br

 

Foto: Pixabay

ABOUT AUTHOR

Nenhum comentário

0 Flares Facebook 0 0 Flares ×