Estúdio Vida Pilates
Questões, sugestões, elogios e reclamações? Fale Conosco:

Sobre Yoga e o trem da vida

lotus yoga

Sobre Yoga e o trem da vida

0 Flares 0 Flares ×

Oi, pessoal

Hoje quem escreve é a nossa querida yogui e instrutora de Hatha Yoga Marcela Campanhã…
Segue o texto que ela preparou sobre o a Yoga e o trem da vida! :D

Na Índia usa-se uma parábola interessante que compara a nossa vida com uma viagem de trem. Nela, passamos por diversos lugares: muitos são belos e alegres, outros são desertos, e alguns podem ser realmente feios e tristes. Ao passarmos por cenários tão diferentes é natural sermos afetados, ou seja, sorrimos ao ver o campo florido, nos abatermos ao visualizar uma cena infeliz. O importante é nos mantermos dentro do trem, seguros, estáveis e equilibrados, sem desembarcar a cada nova estação.

Mas o que isso tem a ver com yoga? Bem, segundo essa visão, o que nos mantém “dentro do trem” e impede que nos desestabilizemos a cada mudança de cenário é a prática constante e regular do autoconhecimento, da busca pela nossa essência. Existem muitos caminhos para isso que dependem do estilo de vida e crença de cada um. Você deve optar por aquele que faz sentido para você. Aqui vou resumir um pouco de um deles, o Yoga, caminho que eu escolhi (ou que me escolheu) e que hoje me faz permanecer dentro do meu vagão, apesar de todas as mudanças “lá fora”.

yogaman

Quando mencionamos a palavra Yoga, é comum pensarmos imediatamente nas posturas físicas (ásanas). Este é um dos passos da ciência yogui, mas é apenas uma pequena parte de um caminho muito mais profundo e completo. Segundo Patanjali (considerado o fundador, ou sistematizador, do Yoga) a prática física foi inicialmente concebida para facilitar a compreensão e o domínio da mente (trabalhamos o corpo para atingir camadas mais profundas do nosso ser). A própria nomenclatura já aponta nesse sentido. A palavra vem da raiz sânscrita yuj cujo significado é precisamente junção, união, integração… Patanjali traz a idéia de que o mundo exterior é todo baseado em nossos pensamentos e atitudes, sendo assim, se conseguirmos modificar nossa mente, nossa vida inteira pode ser transformada.

A ciência contemporânea está cada vez mais interessada nesses conceitos milenares. Hoje existem muitas pesquisas que ratificam essa idéia. Na física quântica é chamado de universo holográfico, na neurociência há diversos estudos sobre os impulsos originados pelo pensamento e pelas emoções e como elas são transmitidas ao nosso corpo. Dr. Joseph Murphy – da famosa “Lei de Murphy” – dizia que quando pensamos em algo, estamos colocando em ação o poder de nossa mente e tudo o que consideramos como verdade, acaba por se tornar verdadeiro porque são nossos pensamentos e sentimentos que criam o nosso destino. O neurocientista Stephen Macknik, afirma que somos uma série de sinais eletroquímicos que circulam pelos nossos circuitos, dentro de nossos cérebros. Obtemos informação somente através de nossos sentidos, da memória ou da nossa cognição, ou seja, somos nós que inventamos nossa própria realidade.

E o que tudo isso tem a ver com o trem da vida? Resumindo, é possível sim transformarmos a realidade em que vivemos. É para provar isso que os cientistas estão colocando seus esforços, e é isso que os antigos yoguis já diziam há milhares de anos. Mas, para que aconteça, a mudança precisa ser interna. É aquela conhecidíssima, mas nem por isso tão praticada frase: “Seja a mudança que você quer no mundo”.  É disso que o yoga trata, é isso que a prática regular faz, ela nos mantém dentro do nosso trem, equilibrados, presentes, por vezes nos vagões da frente, por vezes lá atrás, mas continuamos dentro, seguros. Não é mágica, é trabalho diário, constante, mas com resultados visíveis e duradouros.

iogaultimapost

 

Imagens:
Kaivalya-ayurveda.com

Kupibonus.by

ABOUT AUTHOR

Nenhum comentário

0 Flares Facebook 0 0 Flares ×